Muitos americanos têm o hábito de tirar os sapatos ao entrarem em casa pra não trazer para seus tapetes, carpetes e assoalhos as impurezas que vêm da rua. Nada contra, aqui em casa o hábito também é esse, é muito mais fácil manter limpa uma casa onde não se entra de sapatos do que ficar limpando o chão todo dia.

Tudo isso funciona muito bem até o momento em que chegam as visitas. Eu não peço a niguém que fique descalço na minha casa, mas tem gente que pede, e eu não me importo. Até ofereço se o momento for casual e se eu estiver usando uma meia que não esteja furada. Mas se for um jantar sentado, com toalhas brancas, guardanapos de linho, velas e flores na mesa, me deixe estar com os meus sapatos. Eu não vou botar meu pretinho nada básico, tendo o cuidado de combiná-lo com os sapatos certos, pra passar a noite descalço. Isso seria um despropósito. Carrie já passou pela mesma saia justa num episódio de Sex an the City e saiu de lá sem seus sapatos.

Ontem à noite eu e uma amiga fomos obrigadas a ignorar a sugestão discretíssima da anfitriã para que tirássemos os sapatos. Como fomos as primeiras a chegar, ninguém mais tirou os sapatos depois de nós. Longe de mim querer causar problemas com a nossa querida amiga, que tão gentilmente nos convidou pra experimentar de sua culinária refinada. Mas eu não paguei tanto dinheiro por um sapato pra deixá-lo abandonado na soleira da porta.