janeiro 2007


Estou parecendo pinto no lixo. Nunca um objeto eletrônico me deu tanto prazer. Apresento my new baby.

Anúncios

Você mal sente o carro dançar na pista e, em uma fração de segundos, ele está girando 360 graus. A única coisa que passa na sua cabeça é se algum outro carro está vindo, só quando ele vira completamente pra contramão você consegue ver que não vem ninguém. Você tenta desviar o volante pro lado mais seguro da estrada, o carro até que obedece e sai da pista, escorregando ladeira abaixo até não poder mais. Ainda bem que não chegou ao duto que passa no meio das expressways.

Ao redor, tudo branco, muita neve, pouca visibilidade. Ele liga pra 911. Você liga pra amiga que estava com vocês até poucos minutos. Tudo bem com eles, já estão quase em casa, querem vir socorrê-los. Não! Está muito perigoso aqui fora. Mantenham o carro ligado, está fazendo muito frio.

Um carro pára, o motorista sai e vem perguntar se precisamos de ajuda. Não, já pedimos socorro, muito obrigada. O cara sai andando e outro carro escorrega no mesmo lugar que você, sai louco da pista e quase atropela o cara que queria te ajudar. Ele corre do carro descontrolado com neve até o meio da canela. Parece cena de filme.

Polícia, guincho, em cinco minutos eles estão lá. Puxam o carro. Você saiu ilesa do primeiro incidente automobilístico sério da sua vida. Agora entende a frase muito usada pelos locais: nature humbles you.

Em casa sãos e salvos, passam a noite em claro. De manhã vão olhar o carro, pneu baixo e freio ruim. Como foi que esse carro conseguiu chegar até aqui?

Obrigada. Ao cara que parou, à polícia, ao cara do guincho, ao seguro do carro, obrigada a quem quer que seja que nos trouxe pra casa quase sem freio e com o pneu baixo.

She said:

Eu vou te contar uma coisa e voce vai dizer exatamente o que pensar, sem dourar a pilula

I said:

prometo

She said:

eu estou me sentindo apaixonada

I said:

O QUE?!

She said:

socorro, eu disse! Socorroooooo!

I said:

por quem? ai meu deus, sera que eu sei?

She said:

eu num acabei de dizer por quem…. ce num leu???

I said:

JESUS, EU NAO TINHA LIDO!!!!!!!!!!!

She said:

Hahahahahhaa! chocante, ne????

I said:

Pensando bem, nao. so podia ser ele

She said:

bom… pra mim e chocante

  I said:

vai falar pra ele? ce tem que falar

She said:

tenho que falar????

She said:

falar o que? que eu ACHO que estou a fim dele??

Que to com uma bola gigante na barriga, que tremo, fico nervosa, com dor de barriga, enjoo, que nao penso em outra coisa, nao durmo direito, sonho sonho sonho

She said:

E que tudo isso so passa quando ele esta online ou quando estamos juntos

agora mesmo eu estou nervosa porque ele nao esta online….

    ah, e eu to com dificuldade pra respirar tambem, nao me concentro em nada.

I said:

ooooohhhhhhhhhh

I said:

que coisa mais linda

 

 

Somos um grupo de dois. De vez em quando passa alguém pra um dedo de prosa, mas na maior parte do tempo somos só nós mesmo. Um grupo heterogêneo, mas coeso. Igual, mas diferente. Mudamos de idéia o tempo todo, ninguém repara. A gente se ama e às vezes a gente se estapeia. Nunca tem ninguém pra apartar, a gente mesmo vai a termo e resolve. Time bom da porra.

Botei os homens da casa pra fora, só voltam quando o jantar estiver prontinho. Estou fazendo uma deliciosa Chicken Cacciatore, enquanto ouço o meu som repetir muitas vezes duas músicas que eu nunca me canso de ouvir: “Espumas ao Vento”, com Elza Soares e “Lisbela”, com Los Hermanos. Ambas da trilha sonora de “Lisbela e o Prisioneiro.” Acho que vou tomar um tiquinho desse vinho que vai na receita.

Update: O frango ficou delicioso. Os “hums” e “ahs” à mesa não acabavam nunca.

Espumas ao Vento (Accioly Neto)

Sei que aí dentro ainda mora um pedacinho de mim
Um grande amor não se acaba assim
Feito espumas ao vento
Não é coisa de momento
Raiva passageira
Mania que dá e passa feito brincadeira
O amor deixa marcas que não dá pra apagar
Sei que errei e estou aqui pra te pedir perdão
Cabeça doida, coração na mão
Desejo pegando fogo
Sem saber direito aonde ir e o que fazer
Eu não encontro uma palavra só pra te dizer
Mas se eu fosse você, amor, eu voltava pra mim de novo
E de uma coisa fique certa, amor
A porta vai estar sempre aberta, amor
O meu olhar vai dá uma festa, amor
Na hora que você voltar.

Lisbela (Caetano e José Almino)

Eu quero a cena de um artista de cinema
Eu quero a cena onde eu possa brilhar
Um brilho intenso, um desejo, eu quero um beijo
Um beijo imenso, onde eu possa me afogar
Eu quero ser o matador das cinco estrelas
Eu quero ser o Bruce Lee do Maranhão
A Patativa do Norte, eu quero a sorte
Eu quero a sorte de um chofer de caminhão
Pra me danar por essa estrada, mundo afora, ir embora
Sem sair do meu lugar
Pra me danar, por essa estrada, mundo afora, ir embora
Sem sair do meu lugar
Ser o primeiro, ser o rei, eu quero um sonho
Moça donzela, mulher, dama, ilusão
Na minha vida tudo vira brincadeira
A matinê verdadeira, domingo e televisão
Eu quero um beijo de cinema americano
Fechar os olhos fugir do perigo
Matar bandido, prender ladrão
A minha vida vai virar novela
Eu quero amor, eu quero amar
Eu quero o amor de Lisbela
Eu quero o mar e o sertão
Eu quero amor, eu quero amar
Eu quero o amor de Lisbela
Eu quero o mar e o sertão

Eu quero ver um filme de amor. Não um filme romântico, mas um filme de amor. Não precisa ter casamento, beijo de cinco minutos e final feliz. Mas precisa ser um filme de amor real, de amor de gente, de amor possível.

O único problema é que eu não sei que filme é esse.

Sartre e Simone de Beauvoir estão me matando.

  • Eu até tenho muitas coisas pra dizer, mas estou mergulhada em trabalho até o pescoço. Mais um pouquinho e me afogo.
  • Tanta modernidade, mas ainda não inventaram uma memória auxiliar cerebral que me permita dar um rewind e lembrar que merda eu tava pensando a dois segundos atrás.
  • A pessoa é professora de arte de uma escola de ensino médio e pensa que o Brasil fica na Europa. Tirem seus filhos da sala dessa anta!
  • Americanos Alguns americanos só dão importância à existência da Itália, em toda a Europa. Quando vão a Roma, conheceram o continente inteiro.
  • Ontem foi aniversário de minha chegada aqui. Seis anos. Tinha muitas coisas pra contar, mas lá vem mais trabalho. Alguém me salve, eu tô me afogaaaaaaaaaannnnnndo…….

Próxima Página »