A prova era de Etica. Quase na hora, os alunos todos sentados, alguem entra pra dar um aviso: o professor manda avisar que a prova mudou, sera no predio tal, sala tal. Do outro lado do campus.

Confusao geral, todo mundo sai correndo, com medo de chegar atrasado. O professor e’ exigente com horario.

No caminho, uma menina escorregou e caiu, parece que machucou a perna. Ninguem parou. Um rapaz tenta descer escadas usando muletas. Ninguem ajudou. Todos muito apressados. Na frente da biblioteca, um predio bem antigo, uma mae tenta abrir a pesada porta com seu filhinho no canguru. Ninguem nem reparou.

Chegaram todos ofegantes ao destino, ninguem se atrasou. O professor diz que infelizmente ja tem o resultado dos testes. Todos tiraram zero. O teste estava no caminho, mas ninguem reparou.

A pessoa que faz o que e’ certo, faz mesmo quando ninguem esta olhando. Mesmo quando algo parece ser mais importante.

(Diz a lenda que esse teste aconteceu no campus onde eu trabalho. Mas pode ter acontecido em qualquer campus, ou pode ser apenas uma anedota. E’ parte do folclore da minha universidade.)