Esta rosa eu dispenso em nome das mulheres vitimas de discriminacao pela sua condicao de mulher, em nome das vitimas de abuso sexual, das vitimas de crimes motivados por ciumes, das vitimas de violencia domestica, de abuso sexual no ambiente de trabalho, das vitimas de pequenos comentarios maldosos nas ruas todos os dias, das vitimas de assassinato por seus companheiros. Esta rosa eu dispenso em solidariedade a todas as mulheres que racham de trabalhar e continuam ganhando menos, as maes e ex-esposas que tem seu direito desrespeitado, as que pagam a conta e ainda sao tratadas com inferioridade, a todas que ja foram desrespeitadas por conta do seu sexo em qualquer situacao.

O dia da mulher nao e um dia feliz, portanto nao me de os parabens, nem flores. No minimo, me ofereca seu respeito, sua solidariedade, sua simpatia por uma causa que esta longe de ser resolvida.

Eu preferia que esse dia nao precisasse existir, um dia que deveria ser de protesto e que, num equivoco, e’ tratado como dia de celebracao. Nao ha o que celebrar enquanto nao houver igualdade.

A foto eu colei do blog da Dani, que escreveu um post irado no ano passado sobre o assunto.