*Nao se esqueca de adicionar a cedilha no c do titulo, pelamor. Nao to aqui pra ser enforcada nao.

Sao mais de 8 da noite e eu me sento agora pra fazer meu primeiro homework do semestre: um paper de 5 paginas. So isso. Como o desgracado do professor passa um negocio desses na primeira semana com um feriado no meio e ainda consegue dormir em paz, eu nao sei.

Estou exausta. E o punk da vida nem comecou ainda.

Chegamos de NY ontem, nos divertimos horrores. Compramos horrores. Mas minha pequena nao vai pra escola amanha, como todo mundo, porque a burocracia americana e’ muito mais poderosa do que a brasileira. Nao quero nem explicar agora porque a raiva e’ muita.

Comeco hoje uma rotina que muitas mulheres enfrentam todo dia: trabalho, escola e familia. A pior parte e’ a adolescente mais fofa do mundo pedindo pra fazer algo como jogar volei no quintal ou andar de bicicleta e ouvir minha voz vascilante dizer que nao posso porque tenho homework. Mal posso esperar que ela va pra escola e faca amigos. E que tambem tenha homework. Ta ai uma coisa que podemos fazer juntas, vai ser muito legal.

A conclusao espetacular de hoje e’ que sono e’ um artigo de luxo na vida das mulheres com jornada tripla como eu. Cafeina, aqui vamos nos rumo a um semestre de notas baixas, trabalho mal feito, comida rapida e casa suja. Ouvi dizer que tem muita mulher com filho mal criado tambem, mas nao vamos discutir assuntos que nao dominamos.

Hoje trabalhei umas 4 horas, foi o que consegui. E quando o aluno entrou na minha sala me dizendo que nao tinha encontrado tal materia e que precisava do numero, eu tive vontade de dizer: minha irma vai perder o primeiro dia de escola, eu to me sentindo culpada, minha casa ta suja, meu celular ta quebrado, meu carro precisa de troca de oleo desde o mes passado, a mala da viagem esta jogada no meio da sala, eu nao sei o que vou fazer pro jantar hoje, e voce vem me dizer que nao encontrou o curso? Vai procurar um macaco pra pentear e me deixa em paz, faz favor.

Bom, vamos parar de conversinha porque as cinco paginas ainda me esperam. Vou escrever duas hoje e tres amanha. Quero crer que a escola vai resolver meus problemas e que maninha estara la firme e forte na quinta. E vai chegar tao cansada que nao vai me perguntar, com sua vozinha animada: o que vamos fazer hoje?????

Me desejem sorte, fantasminhas. E forca. Com cedilha.